quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Consertando o Mundo


Um cientista vivia preocupado com os problemas do mundo e estava resolvido a encontrar meios de melhorá-lo. Passava dias em seu laboratório em busca de respostas para suas dúvidas. Certo dia, seu filho de sete anos invadiu o seu santuário decidido a ajudá-lo a trabalhar.

O cientista nervoso pela interrupção, tentou fazer com que o filho fosse brincar em outro lugar. Vendo que seria impossível removê-lo, o pai procurou algo que pudesse ser oferecido ao filho com o objetivo de distrair sua atenção.

De repente deparou-se com o mapa do mundo, era o que procurava! Com auxilio de uma tesoura, recortou o mapa em vários pedaços e, junto com um rolo de fita adesiva, o entregou ao filho dizendo:
- Você gosta de quebra-cabeças? Então vou lhe dar o mundo para consertar. Aqui esta o mundo todo quebrado. Veja se consegue consertá-lo bem direitinho! Faça tudo sozinho.

Calculou que a criança levaria dias para recompor o mapa...
Algumas horas depois, ouviu a voz do filho que o chamava calmamente:
- Pai, pai, já fiz tudo. Consegui terminar tudinho! No princípio o pai não deu crédito as palavras do filho. Seria impossível na sua idade ter conseguido recompor um mapa que jamais havia visto.

Relutante, o cientista levantou os olhos de suas anotações, certo de que veria um trabalho digno de uma criança. Para sua surpresa, o mapa estava completo. Todos os pedaços haviam sido colocados nos devidos lugares. Como seria possível? Como o menino havia sido capaz?
- Você não sabia como era o mundo, meu filho, como conseguiu?

- Pai, eu não sabia como era o mundo... mas quando você tirou o papel da revista para recortar, eu vi que do outro lado havia a figura de um homem. Quando você me deu o mundo para consertar, eu tentei mas não consegui. Foi aí que me lembrei do homem, virei os recortes e comecei a consertar o homem que eu sabia como era.
Quando consegui consertar o homem, virei a folha e vi que havia consertado o Mundo...





Uns dias atrás recebi um e-mail próximo a isso:
Dois amigos foram a banca de jornal e o jornaleiro o tratou mau e ele foi muito gentil.
Então o outro amigo perguntou:
-Ele sempre o trata assim?
-Sim - respondeu o amigo
-E porque vc é tão gentil com ele?
-porque ninguém deve decidir como eu devo ser e agir com as pessoas.

Verdade, a gente tá naquelas de "olho por olho" e o mundo acabará cego....


Eu vivo algo parecido no latícinio aqui perto de casa, a caixa (uma das donas) nem olha na nossa cara e quando olha tá sempre de cara amarrada, e eu sempre fui gentil dizendo olá, até logo, muito obrigada e um dia meu "namorido" disse:
- e vc ainda fala com ela? eu ignorava...
eu respondi que acredito no AMOR tratar as pessoas com amor e carinho modifica muito elas e a gente que se sente mais leve...

As pessoas esfriaram e perderam o sentido da palavra "respeito" ao próximo
A gente pode consertar muitas coisas, sim, mas devemos começar por nossas próprias atitudes
Sorrindo, sendo gentil. Ajudando. Enfim
Sua atitude pode tornar o dia de uma pessoa muito feliz!!!

Pense Nisso!!!

Um comentário:

alexandre disse...

As palavras de sabedoria nos inspiram, mas somente terão valor se nós as levarmos para dentro dos nossos corações e as usarmos nas nosas vidas diárias.Amei o teu novo cantinho...beijokas:**)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Consertando o Mundo


Um cientista vivia preocupado com os problemas do mundo e estava resolvido a encontrar meios de melhorá-lo. Passava dias em seu laboratório em busca de respostas para suas dúvidas. Certo dia, seu filho de sete anos invadiu o seu santuário decidido a ajudá-lo a trabalhar.

O cientista nervoso pela interrupção, tentou fazer com que o filho fosse brincar em outro lugar. Vendo que seria impossível removê-lo, o pai procurou algo que pudesse ser oferecido ao filho com o objetivo de distrair sua atenção.

De repente deparou-se com o mapa do mundo, era o que procurava! Com auxilio de uma tesoura, recortou o mapa em vários pedaços e, junto com um rolo de fita adesiva, o entregou ao filho dizendo:
- Você gosta de quebra-cabeças? Então vou lhe dar o mundo para consertar. Aqui esta o mundo todo quebrado. Veja se consegue consertá-lo bem direitinho! Faça tudo sozinho.

Calculou que a criança levaria dias para recompor o mapa...
Algumas horas depois, ouviu a voz do filho que o chamava calmamente:
- Pai, pai, já fiz tudo. Consegui terminar tudinho! No princípio o pai não deu crédito as palavras do filho. Seria impossível na sua idade ter conseguido recompor um mapa que jamais havia visto.

Relutante, o cientista levantou os olhos de suas anotações, certo de que veria um trabalho digno de uma criança. Para sua surpresa, o mapa estava completo. Todos os pedaços haviam sido colocados nos devidos lugares. Como seria possível? Como o menino havia sido capaz?
- Você não sabia como era o mundo, meu filho, como conseguiu?

- Pai, eu não sabia como era o mundo... mas quando você tirou o papel da revista para recortar, eu vi que do outro lado havia a figura de um homem. Quando você me deu o mundo para consertar, eu tentei mas não consegui. Foi aí que me lembrei do homem, virei os recortes e comecei a consertar o homem que eu sabia como era.
Quando consegui consertar o homem, virei a folha e vi que havia consertado o Mundo...





Uns dias atrás recebi um e-mail próximo a isso:
Dois amigos foram a banca de jornal e o jornaleiro o tratou mau e ele foi muito gentil.
Então o outro amigo perguntou:
-Ele sempre o trata assim?
-Sim - respondeu o amigo
-E porque vc é tão gentil com ele?
-porque ninguém deve decidir como eu devo ser e agir com as pessoas.

Verdade, a gente tá naquelas de "olho por olho" e o mundo acabará cego....


Eu vivo algo parecido no latícinio aqui perto de casa, a caixa (uma das donas) nem olha na nossa cara e quando olha tá sempre de cara amarrada, e eu sempre fui gentil dizendo olá, até logo, muito obrigada e um dia meu "namorido" disse:
- e vc ainda fala com ela? eu ignorava...
eu respondi que acredito no AMOR tratar as pessoas com amor e carinho modifica muito elas e a gente que se sente mais leve...

As pessoas esfriaram e perderam o sentido da palavra "respeito" ao próximo
A gente pode consertar muitas coisas, sim, mas devemos começar por nossas próprias atitudes
Sorrindo, sendo gentil. Ajudando. Enfim
Sua atitude pode tornar o dia de uma pessoa muito feliz!!!

Pense Nisso!!!

Um comentário:

alexandre disse...

As palavras de sabedoria nos inspiram, mas somente terão valor se nós as levarmos para dentro dos nossos corações e as usarmos nas nosas vidas diárias.Amei o teu novo cantinho...beijokas:**)